31 de mai de 2012

Marketing de Guerrilha





Entre tantas estratégias de marketing existentes, uma vem ganhando cada vez mais espaço: o marketing de guerrilha.

Mas do que se trata isso?

Entre tantas definições existentes, podemos resumir o marketing de guerrilha como uma ação que ocorre diretamente em campo. Ou seja, é uma ação que age diretamente com o público-alvo em eventos ou espaços públicos, sempre usando como artifício o novo ou inusitado.

A expressão "Guerrilha" vem da guerrilha bélica, ou seja, é um tipo de guerra não convencional no qual a principal estratégia é a ocultação e extrema mobilidade dos combatentes, chamados de guerrilheiros. Ainda na origem da expressão, as táticas de guerrilha são usadas por uma parte mais fraca contra uma mais forte. Se por um lado os guerrilheiros muitas vezes carecem de equipamento e treinamento militar adequados, por outro contam com a ajuda de populações que os defendem e com ataques-surpresa ao inimigo, sem necessidade de manter uma linha de frente. O conhecimento do terreno de combate também é uma arma bastante usada na guerra de guerrilhas.

O comparativo vale a medida em que, numa sociedade "bombardeada" por vastos meios de comunicação, assim como habituada e saturada pela publicidade tradicional, a Guerrilha atua com o fator surpresa e interage com o público local que dá, espontaneamente ,  força à ação, ajudando a promover a ação.

Para saber um pouco mais a respeito do assunto, assista esta interessante matéria do programa Vitrine da TV Cultura: